B R A S I L
 
     
   
  Estado:
São Paulo
   
 
Selecione outro estado:
   
São José do Rio Preto
 
 
Quem faz História no Brasil
   
  Digite o nome da pessoa que deseja localizar:    
 
Brasil
 
Luís de Vasconcelos e Sousa
 
Nobre e administrador colonial, 4º Conde de Figueiró, foi o 12º vice-rei do Brasil e capitão-general de Mar e Terra do Estado do Brasil, exercendo o cargo por doze anos, de 30 de abril de 1778 a 9 de maio de 1790; segundo Francisco Adolfo de Varnhagen, Visconde de Porto Seguro, o vice-rei distinguiu-se "pela moderação e pela prudência"; ele fomentou o cultivo do anil e do cânhamo e investiu na cidade do Rio de Janeiro, capital do Vice-Reinado, criando o Passeio Público (ao mandar aterrar a Lagoa do Boqueirão), reformou o Largo do Carmo; construiu a chamada Casa dos Pássaros, que deu origem ao Museu Nacional do Rio de Janeiro, no Largo da Lampadosa (era dirigida por Xavier dos Pássaros, como era chamado Francisco Xavier Cardoso Caldeira) e reedificou a Alfândega, sendo o precursor do urbanismo do Rio. Protegeu artistas, como o Mestre Valentim da Fonseca e Silva e Leandro Joaquim e permitiu a criação da Sociedade Literária, que reuniu vários intelectuais brasileiros.
 
Nascimento:
?
Portugal
Data nasc.: 01/11/1742
Falecimento:
Rio de Janeiro
RJ
Data falec.: 24/03/1809
 
Luís Morrone
 
Escultor brasileiro, foi autor da versão escultórica do Brasão de Armas do Estado de São Paulo, acervo do Palácio dos Bandeirantes; criou centenas de estátuas, bustos e hermas, como os bustos de Bernardino de Campos, Guilherme de Almeida e Adoniran Barbosa; os monumentos a Cristóvão Colombo, a Manuel da Nóbrega e ao Infante D. Henrique; e a escultura de Pedro Álvares Cabral instalada no Parque do Ibirapuera.
 
Nascimento:
› São Paulo
SP
Data nasc.: ?/?/1906
Falecimento:
São Paulo
SP
Data falec.: ?/?/1998
 
Lula
 
Luíz Inácio Lula da Silva, metalúrgico e sindicalista, eleito o 35º presidente do Brasil, governando o País de 1º de janeiro de 2003 a 1º de janeiro de 2011 (segundo presidente a ser reeleito) e teve forte atuação na eleição de sua sucessora, Dilma Rousseff. Iniciou carreira como sindicalista em 1969, no Sindicato de Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, sendo eleito primeiro secretário em 1972 e presidente em 1975; ganhou projeção nacional ao liderar a reivindicação em 1977 da reposição aos salários de índice de inflação de 1973; reeleito em 1978, passou a liderar as negociações e as greves de metalúrgicos de sua base que passaram a acontecer em larga escala a partir de 1978, o que o levou à prisão e foi cassado como dirigente sindical e processado com base na Lei de Segurança Nacional. Em 1980, juntamente com sindicalistas, intelectuais, representantes dos movimentos sociais e católicos militantes da Teologia da Libertação, fundou o Partido dos Trabalhadores (PT), do qual foi o primeiro presidente. A revista norte-americana Newsweek apontou Lula, no final de 2008, como a a 18ª pessoa mais poderosa do mundo, e o nº 1 do ranking na América Latina. No ano seguinte, em 2009, lista da revista Forbes o considerou a 33ª pessoa mais poderosa do mundo; no mesmo ano, jornais Le Monde, francês, e El País, espanhol, o consideraram "O Homem do Ano". O britânico Financial Times, considerou que Lula foi uma das 50 pessoas que moldaram a primeira década do século 21 (2000/2010) e em 2010, a revista Time listou Lula como um dos 25 líderes mais influentes do mundo. Em 2008, a UNESCO concedeu a Lula o Prêmio pela paz Félix Houphouët-Boigny. No Fórum Econômico Mundial de 2010, em Davos, na Suíça, ele recebeu a premiação inédita de “Estadista Global”, por sua atuação no meio ambiente, na erradicação da pobreza e na redistribuição de renda e nas ações em outros setores com a finalidade de melhorar a condição mundial. Ainda em 2010, foi condecorado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Campeão Mundial na Luta Contra a Fome e a Desnutrição Infantil. Em 2011, Lula recebeu o prêmio Norte-Sul do Conselho da Europa106 e foi um dos candidatos ao Prêmio Nobel da Paz pelo Brasil. No Brasil, ele recebeu medalhas da Ordem do Mérito Militar, da Ordem do Mérito Naval, da Ordem do Mérito Aeronáutico, da Ordem do Cruzeiro do Sul, da Ordem do Rio Branco, da Ordem Nacional do Mérito e da Ordem do Mérito Judiciário Militar. Em âmbito internacional, foi condecorado com as medalhas da Ordem da Águia Asteca (México), da Ordem Amílcar Cabral (Cabo Verde), da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito (Portugal), da Ordem da Estrela Equatorial (Gabão), da Ordem do Banho (Reino Unido), da Ordem de Omar Torrijos (Panamá), da Ordem Nacional do Mérito (Argélia), da Ordem da Liberdade (Portugal), da Ordem de Boyacá (Colômbia), da Ordem Marechal Francisco Solano López (Paraguai), da Ordem Nacional da República do Benin e o Prêmio Internacional Don Quixote de la Mancha (Espanha) por ter instituído o ensino obrigatório da língua espanhola na rede pública de ensino e o título de doutor honoris causa da prestigiada Fundação Sciences-Po da França (foi o primeiro latino-americano a receber este título. A Sciences Po foi fundada em 1871 e apenas 16 personalidades no mundo possuíam esta premiação até então). Em maio de 2014, Lula foi homenageado com uma escultura instalada no ART Museum Of the Americas (AMA) no National Mall, em Washington, Estados Unidos, ao lado de figuras ilustres como Abraham Lincoln, Jose Martí, Simon Bolívar e Gabriel García Márquez.
 
 
     
Nascimento:
› Caetés
PE
Data nasc.: 27/10/1945
 
Página 1 de 1
Primeira | Anterior | 1 | Próxima | Última 
   
 
©2001/2010 » Todos os Direitos Reservados - www.quemfazhistoria.com.br
Todo material publicado neste sitepertence a www.quemfazhistoria.com.br ou é utilizado com a expressa permissão de seus autores
Site desenvolvido por
Personal Comp